Design Thinking Passo a Passo: Fase 1 Pesquisa

O Design Thinking é um método no qual devemos atingir um objetivo com base nas dores e necessidades do nosso usuário ou público alvo.

 

Neste artigo, veremos a sua primeira etapa de desenvolvimento e diversas técnicas e ferramentas que você poderá utilizar em seu projeto.

 

Portanto, a primeira etapa se trata da Pesquisa, ou em alguns casos pode ser chamada também de Empatia. Nesse momento, é importante que você observe atentamente a real necessidade da implementação de um produto ou processo, visando identificar os reais pensamentos e motivações do seu usuário.

 

Entrando no projeto

projeto-designthinking-webframe

É comum observarmos de forma mais passiva a jornada do nosso usuário analisando os principais problemas que podemos encontrar.

 

Porém, as vezes temos que nos envolver mais profundamente com a nossa proposta. Segue abaixo como você pode ficar mais perto do seu usuário final:

 

• Realize pesquisas com clientes que já compraram da sua marca e pergunte como foi a experiência ou o que poderia ser melhor.

 

• Caso tenha alguns leads ou usuários que tem interesse na sua marca ou ainda não compraram, tente identificar uma persona com base nessas métricas. Isso vai te ajudar a entender melhor quem é seu público alvo.

 

• Pode ser que ainda sim não fique claro identificar qual é o problema ou dificuldade no processo. Nesse caso é totalmente válido você se inserir completamente naquele universo. Caso seja um projeto de uma pizzaria por exemplo, tente em um ou dois dias trabalhar ou observar naquele local, assim terá consciência de toda a jornada do usuário.

 

• Tente trabalhar com uma equipe multidisciplinar no processo de Design Thinking. Pessoas com outras vivências e dia a dia profissional podem trazer uma visão inovadora.

 

Pesquisas com usuários

testeusuario-designthinking-webframe

Através de entrevistas individuais conseguimos de uma maneira produtiva se conectar com possíveis usuários e obter alguns insights.

 

As entrevistas, oferecem a intimidade pessoal e direta de outros métodos de observação, enquanto permitem que a equipe de design direcione áreas específicas de informação para elaborar o processo de Design Thinking.

 

Adotantes iniciais

earlyadopter-designthinking-webframe

Caso tenhamos um novo projeto em mãos temos que ter a empatia de se passar por um total iniciante ao entrar em contato com o produto.

 

Sua experiência deve ser simulada como um simples usuário, entrando em contato com a interface de forma natural. Além disso, devemos separar uma pequena base de clientes para utilizarem a nossa proposta.

 

Esse termo é conhecido como Adotantes iniciais ou Early Adopter.

 

O que? Como? Por quê?

perguntas-designthinking-webframe

Após a colheta de dados com as técnicas acima, podemos utilizar outro processo bem importante para chegar a algumas possíveis conclusões.

 

Utilizando as três perguntas What? How? Why? ou O que? Como? Por quê? – passamos de suposições para ações mais concretas.

 

• O que? (What?)

Aqui registramos o que aconteceu em nossos testes. Como foi a recepção do usuário, as dificuldades que ele encontrou, por que teve aquela reação, etc.

 

• Como? (How?)

Nesta etapa podemos analisar a reação do usuário com a proposta. Está calmo? Perdeu a paciência? Conseguiu atingir seu objetivo sem esforço?

 

• Por quê? (Why?)

Tentamos entendemos o porquê de determinada reação ou atitude do nosso usuário. Analisamos também sua motivação em reagir daquela maneira com o projeto.

 

Benchmarking e concorrência

benchmarking-designthinking-webframe

Embora nem sempre seja destacado no processo de Design Thinking, a análise de Benchmarking e da sua concorrência é primordial.

 

Verificar as falhas e vantagens das principais marcas rivais ou semelhantes fazem com que você consiga sair na frente, atendendo uma necessidade inexplorada do seu consumidor.

 

As vezes existe um problema ou uma solução ainda não visualizada no seu mercado, portanto identifique essas falhas no processo e otimize ainda mais sua proposta.

 

Ferramentas e técnicas

ferramentas-designthinking-webframe

Agora vamos ver algumas técnicas e ferramentas que vão te ajudar nessa primeira etapa do Design Thinking:

 

• Método Duplo Diamante

Um dos métodos mais utilizados no processo do Design Thinking é o Duplo Diamante.

O formato foi inspirado de tal forma que representasse a convergência de idéias das equipes em volta do projeto.

Para saber mais sobre esse processo clique aqui.

 

• Jornada do Usuário

A Jornada do Usuário nada mais é do que a visualização de como as pessoas percebem e interagem com o seu serviço ou produto.

Contudo, diferente de um fluxo ou fúnil de usuários, as jornadas geralmente são mais amplas, sendo uma das principais perspectivas do usuário em relação a sua marca.

Para ver mais sobre a Jornada clique aqui.

 

• Questionários Online

É possível criar questionários online utilizando o próprio serviço gratuito do Google, o Google Forms

Nela é possível criar um questionário de forma rápida e fácil.

Para acessar a ferramenta clique aqui.

 

• Google Analytics

Essa outra ferramenta do Google é essencial caso você esteja trabalhando com um produto online.

Se esta ferramenta já estava sendo utilizada anteriormente, é essencial que você tenha acesso a ela e a seus dados.

Para acessar clique aqui.

Caso queira saber mais sobre os dados que são exibidos na ferramenta, baixe o meu Ebook Grátis 8 Simples Passos para Configurar o SEO do Seu Site e saiba mais.

 

• Hotjar

Caso seu projeto seja web, recomendo fortemente a adição do hotjar.

Nele você vai conseguir identificar as áreas mais clicadas e acessadas de um site e até mesmo um mapa de calor mostrando esses dados.

A versão gratuita permite até 1.000 visitas, o que já é suficiente para você identificar como o usuário visita o site.

Clique aqui para acessar.

 

Conclusão

Portanto, vimos como é importante e essencial identificar as reais necessidades do nosso usuário.

 

Não se esqueça que uma primeira etapa de pesquisa é primordial para o sucesso do projeto.

 

Mensurar se a possível solução vai resolver o problema do usuário irá poupar tempo e principalmente o investimento.

 

Tente se colocar na pele do seu usuário, ninguém melhor do que ele para identificar melhorias no processo.

 

Espero que tenha gostado do artigo, vou trazer aqui no site futuramente as demais etapas, espero que tenha sido útil!

Deixe seu comentário e vamos debater, será muito importante!

Grande Abraço

Outros Artigos

The following two tabs change content below.
avatar-150x150

Yuri Zaban

Designer web focado em desenvolvimento de sites, criação, identidade visual, email marketing e branding. Sou antenado em tecnologia além de acompanhar diariamente as principais tendencias do mercado.
avatar-150x150

Latest posts by Yuri Zaban (see all)