Design Business: O Processo Criativo Aplicado aos Negócios

Acredito que nós como designers e criativos temos a missão de resolver problemas. Se fosse para resumir em um único ponto, a principal função de um UX Designer é a de solucionar grandes dificuldades.

 

Porém, a maioria dos criativos em geral não possuem grandes habilidades de precificação do seu negócio ou tem grandes dificuldades em explicar para o cliente o que de fato será feito no processo de trabalho.

 

Talvez ainda seja um tabu para alguns a valorização ou a definição do real impacto do seu trabalho.

 

Design como Commodity

commodity-webframe

Entenda que nunca será possível competir com sites como Wix, 99designes, Workana ou Fiverr por exemplo.

 

As pessoas que procuram um serviço nesses moldes estão em busca apenas do melhor preço, e não do real impacto e qualidade do seu trabalho.

 

Inclusive embora não seja uma regra, a maioria dos consumidores desse tipo de serviço vão te dar muita dor de cabeça e um número bem alto de alterações ou “melhorias”.

 

Se o seu público-alvo não entende o que você faz, qualquer site para ele será um site.

 

Por exemplo, um carro tem como objetivo te levar de um ponto A a um ponto B, ou seja, qualquer carro é capaz de fazer esse mesmo trajeto.

 

Entretanto temos os mais diversos tipos de modelos e marcas, portanto na hora de escolher o seu novo automóvel tenho certeza que irá considerar todas as variantes como: consumo, conforto, potência, manutenção, opiniões de outros donos, amigos, etc.

 

Portanto tudo isso é considerado na hora de uma pessoa escolher entre um UNO ou uma BMW.

 

Utilizando essa analogia, podemos entender o Design da mesma forma. Você deve se posicionar como um especialista que realmente vai entregar algo de valor para a pessoa.

 

Aprenda a ouvir primeiro e realizar as perguntas certas para se posicionar de forma clara.

 

Assim você deixará de ser apenas “mais um braço” para o cliente, se posicionando de forma clara e objetiva através do seu conhecimento e experiência profissional.

 

Defina seu Valor

defina-seu-valor-webframe

Outro problema conhecido de quem está começando é o de deixar para analisar o orçamento após o contato com o cliente ou só depois por e-mail.

 

Defina um orçamento estimado o quanto antes, isso poupará o seu tempo e do interessado.

 

Perder mais de uma hora em uma conversa para no final descobrir que o cliente não quer exatamente o que você oferece, ou não pode contratar os seus serviços é frustante para ambos os lados.

 

Acredito que a melhor forma de evitar isso é procurando definir o briefing inicial (no máximo em 15 minutos) e perguntando qual seria o orçamento aproximado destinado a esse projeto.

 

Assim você deixará as coisas mais claras e poderá definir um range de preço baseado em outros serviços que já tenha desenvolvido, por exemplo: “Baseado em outros trabalhos desse tipo, o valor do projeto poderá variar entre 10 e 5 mil.”

 

Tempo e Prazos

defina-prazos-webframe

Outro erro que todos nós já cometemos (me incluo nisso) é o de precificar o nosso trabalho por horas.

 

Essa metodologia na minha opinião é falha em diversos aspectos. Alguns pontos:

 

• Se você não tem experiência em projetos do mesmo tipo é provável que não saiba ao certo a quantidade de horas estimadas.

 

• Caso já tenha ampla experiência, é provável que faça o trabalho mais rapidamente, nesse caso você seria punido pela sua eficiência.

 

• Alguns projetos podem necessitar de uma reunião semanal ou até diária e muitas vezes não são adicionadas as horas na proposta final.

 

• Podem existir clientes que queiram a comprovação que você está trabalhando no projeto no tempo determinado. Embora até existam aplicações que possibilitem isso, o seu trabalho não está sendo devidamente valorizado.Quanto tempo será que Carolyn Davidson levou para desenhar a logo da Nike? No fim o que realmente se destacou foi a sua habilidade e inspiração em desenvolver tal simplicidade.

 

Em seu próximo projeto tente definir um prazo fixo em dias ou semanas. Acredito ser bem mais justo para definir o seu tempo e prioridades nos seus trabalhos.

 

Precifique por Cliente

precifique-por-cliente-webframe

Esse ponto deve ser relacionado com os dois últimos. Tanto o seu valor e prazo devem ser definidos de acordo com o seu cliente.

 

Não existe problema nenhum em cobrar mais de uma multinacional do que uma startup, ou de um grande projeto para um rápido freelancer.

 

Lembre-se que qualquer pessoa, seja empresa ou cliente, tem uma verba ou orçamento determinado para o projeto, e se for apenas um indivíduo, com certeza terá algum valor em mente.

 

Tente extrair essa informação em seu próximo trabalho. Isso irá te ajudar a definir um orçamento de maneira mais precisa e justa.

 

Conclusão

 

Acredito que esse artigo tenha informações úteis relacionadas ao trabalho de freelancer ou empresário na área digital.

 

Entendo ser um grande desafio empreender nesse setor ainda mais pelo amplo desconhecimento sobre a arte e desenvolvimento digital em um país como o Brasil.

 

Porém cabe a nós revertermos essa situação e trocar o máximo de conhecimento e informação.

 

Portanto valorize o seu trabalho e procure conhecimento diariamente. Lembre-se que mesmo sendo apenas você em seu escritório, ainda é uma microempresa e deve lidar com caixa, atendimento, planejamento, direção de arte, etc.

 

Tenho a certeza que com persistência em pouco tempo bons clientes virão até você!

Grande Abraço!

Outros Artigos

The following two tabs change content below.
avatar-150x150

Yuri Zaban

Designer web focado em desenvolvimento de sites, criação, identidade visual, email marketing e branding. Sou antenado em tecnologia além de acompanhar diariamente as principais tendencias do mercado.
avatar-150x150

Latest posts by Yuri Zaban (see all)